Observabilidade x monitoramento: quais as diferenças?

É essencial entender quando algo dá errado em um sistema para que você possa identificar a causa raiz e corrigi-la antes que isso afete seus negócios. Monitoramento e observabilidade fornecem uma abordagem em duas frentes.


Observabilidade e monitoramento se complementam, cada um servindo a um propósito diferente. O monitoramento informa quando algo está errado, enquanto a observabilidade permite que você entenda o porquê. O monitoramento é um subconjunto e uma ação-chave para a observabilidade. Você só pode monitorar um sistema que é observável.


Para obter uma melhor compreensão da observabilidade versus monitoramento, exploraremos as diferenças entre os dois.


O monitoramento rastreia a integridade geral de um sistema. Ele agrega dados sobre o desempenho do sistema em termos de velocidade de acesso, conectividade, tempo de inatividade e gargalos. A observabilidade, por outro lado, detalha o “o quê” e o “porquê” das operações do sistema, fornecendo informações granulares e contextuais sobre seus modos de falha específicos.


O que é monitoramento?


De acordo com o livro SRE do Google, seu sistema de monitoramento precisa responder a duas perguntas simples: “O que está quebrado e por quê?” O monitoramento permite que você observe e entenda o estado do seu sistema usando um conjunto predefinido de métricas e logs. Os aplicativos de monitoramento permitem detectar um conjunto conhecido de modos de falha .


O monitoramento é crucial para analisar tendências de longo prazo, para construir painéis e para alertar. Ele permite que você saiba como seus aplicativos estão funcionando, como estão crescendo e como estão sendo utilizados. No entanto, o problema com o monitoramento de aplicativos distribuídos complexos é que as falhas de produção não são lineares e, portanto, são difíceis de prever.


O que é observabilidade?


A observabilidade, que se originou da teoria de controle, mede o quão bem você pode entender os estados internos de um sistema a partir de suas saídas externas. A observabilidade usa instrumentação para fornecer insights que auxiliam no monitoramento. Em outras palavras, monitoramento é o que você faz depois que um sistema é observável. Sem algum nível de observabilidade, o monitoramento é impossível.


Um sistema observável permite que você entenda e meça as partes internas de um sistema, para que você possa navegar mais facilmente dos efeitos à causa, mesmo em uma arquitetura de micro serviço complexa. Ele ajuda você a encontrar respostas para perguntas como:


• Por quais serviços uma solicitação passou e onde estavam os gargalos de desempenho?

• Como a execução da solicitação foi diferente do comportamento esperado do sistema?

• Por que a solicitação falhou?

• Como cada micro serviço processa a solicitação?


Agora que você já entendeu as diferenças entre monitoramento e observabilidade, entre em contato com a NE Brasil e descubra todas as soluções que podemos oferecer para sua empresa.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo