Nagios e sua interoperabilidade!

O Nagios Core é um sistema Open Source desenvolvido por Ethan Galstad, Norte Americano de Minnesota, iniciou o projeto em 1999 e que hoje existe uma grande comunidade envolvida com mais de 10 milhões de usuários ao redor do mundo, o que isso representa de vantagem? Existem muitos especialistas de diferentes regiões, fazendo uso do sistema, desenvolvendo plug-ins, isso faz com que o Nagios tenha interoperabilidade com qualquer dispositivo que use IP, isso quer dizer, podemos adaptar qualquer sistema IP ao Nagios com o intuito de monitorar.

Isso só ocorre porque Ethan desenvolveu uma arquitetura fácil de se adaptar a scripts externos.

Principal característica: O Nagios foi desenvolvido para executar processos baseados em parâmetros e scripts (plug-ins). Eu diria que os parâmetros você tem como exemplo o tempo de checagem, alertas, coleta de informações e os scripts que são chamados de plug-ins, é onde ocorre a conexão com dispositivos ou sistemas externos para coletar a informação, e geralmente é o que agrega mais valor em relação a qualquer ferramenta de monitoramento.

Com isso podemos garantir a interação com qualquer sistema/dispositivo, para monitorar e coletar as informações necessárias para o monitoramento.

O Nagios sempre aguarda a resposta dos scripts de forma padronizada, não depende da linguagem de programação e sim da resposta que o núcleo está esperando, é uma macro pré programada no Nagios Core que fica aguardando a resposta desejada para caracterizar se tem um problema ou não e se deve enviar alertas ou não.

O Nagios XI ( Versão Enterprise ) possui o robusto Nagios Core como um de seus componentes e outras diversas APIs desenvolvidas para padronizar o seu gerenciamento, manutenção, suporte e as atualizações contínuas. Tem também os relatórios executivos como um dos diferenciais.

Exemplo do fluxo de monitoramento:

Nagiosprocess

 

By Rodrigo Faria

Leave a reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>